Prospecção Científico-Tecnológica

Serviços
Prospecção Científico-Tecnológica

Monitoramento e análise de informação científica e tecnológica

O surgimento de novas tecnologias cria oportunidades, tanto quanto pode alterar o cenário competitivo de forma adversa e gerar altos custos de oportunidade. O monitoramento desse ambiente é crucial para a formação da estratégia empresarial, para a mitigação de risco e para a criação de proteção.

A principal fonte de informações utilizada para inteligência tecnológica e competitiva é a literatura técnica e científica, sobretudo patentes e artigos especializados. Fontes complementares (eventos científicos, currículos, teses, notícias, redes sociais) também são varridas de modo minucioso para compor o cenário e o monitoramento, bem como análises de ambiente setoriais. Esta é a área de maior expertise acumulada pelos profissionais da Elabora, com trabalhos realizados há mais de 30 anos e com o apoio de ferramentais computacionais crescentemente robustas e especializadas.

Para a identificação das fronteiras tecnológicas e possíveis novos negócios ou áreas ainda não exploradas, utilizamos grande variedade de fontes e ferramentas, desenvolvidas pelas equipes da Consultoria e da Computação, combinadas em análises rigorosas.

A integração das ferramentas avançadas da computação com o conhecimento e a experiência da equipe de consultoria permite sistematizar de modo efetivo a solicitação do cliente e dar-lhe encaminhamentos robustos que agregam qualidade e valor à plataforma.

Cenários tecnológicos e de inovação

Prospecção tecnológica é a ciência e a arte de combinar informações e conhecimento estruturado para a elaboração de cenários que ajudam a identificar e compreender as mudanças nas tecnologias e como podem afetar os negócios e a sociedade.

Os exercícios de cenários envolvem a avaliação de conjunturas e a construção de modelos de análise fundamentados na identificação de incertezas, considerando o contexto e as possibilidades de configurações futuras na área de tecnologia.

A contribuição dos cenários como técnica prospectiva está na capacidade de orientar o planejamento das atividades de PD&I a partir da consideração de distintas dimensões, associadas aos aspectos tecnológicos e aos demais condicionantes das estratégias de inovação das empresas. Alguns exemplos de dimensões usualmente consideradas nestes exercícios são o mercado e a dinâmica empresarial, a formação de competências, o arcabouço legal e normativo, assim como o ambiente e as ações dos demais atores relevantes (privados e públicos). A leitura do ambiente e a abertura do ângulo e o alongamento do horizonte para a consideração de sinais menos evidentes (o “fora da caixa”) pode ser crucial para a consistência das prospecções.

Ao identificar cenários, o trabalho examina as possibilidades de futuro, em horizonte de curto, médio e longo prazos, ampliando a compreensão dos fatores incertos e orientando, de forma mais robusta, as decisões do presente.

A percepção de que estes exercícios são mais eficazes quando realizados coletivamente tem orientado sua execução também com a consulta a especialistas: amplia-se a base de dados e informações para identificação das possibilidades de futuro e estrutura-se o compromisso dos envolvidos com as trajetórias desejadas.

Painéis estruturados com especialistas

Reuniões presenciais, em forma de debate baseado em proposições extraídas de documentos de base, organizadas para aprimorar a opinião especialista sobre uma agenda de questões estruturadas, produzem resultados muito ricos e valiosos. Este método acelera e intensifica a troca de informações e opiniões entre os participantes, cuidadosamente selecionados, buscando convergência de interpretações, delimitação de divergências e promoção de novos laços relacionais.

Para os especialistas, a participação é motivada por incentivos como aprendizado e desenvolvimento pessoal, estabelecimento de contatos, reforço na reputação e da influência, oportunidades de expressão e defesa de visões pessoais ou institucionais. Para o promotor do estudo prospectivo, um painel estruturado é uma ferramenta para mobilizar a atenção e a inteligência de um grupo experiente e diverso, estimulando-o a construir novas interpretações para problemas complexos, bem como identificar novos sinais e tendências relevantes.

Capacitação em prospecção tecnológica

A Elabora tem compromisso não só com a avaliação e a estruturação de cenários e métodos, mas também com a capacitação de profissionais da instituição sobre técnicas de monitoramento de informações para atividades de rotina e para posterior avaliação de cenários e discussão em painéis estruturados. A ideia é elevar ao máximo o potencial dos recursos humanos da organização com foco na área de tecnologia, conhecimento e agregação de valor, levando os profissionais a pensarem de forma abrangente e concatenada para caminharem com lucidez pelo cenário de novas tecnologias no Brasil e no mundo.

O produto típico da capacitação é o estabelecimento de um observatório interno na organização, com protocolos de acompanhamento e capacidade de diálogo com o mundo externo e a própria organização. Este instrumento da organização promove os conhecimentos internos e externos a um novo patamar, criando valor e segurança no ambiente competitivo.

Roadmaps e portfólio de projetos

O desdobramento das diretrizes estratégicas em ações concretas exige o emprego de técnicas que apoiem a transição eficaz do planejamento para a execução, mas também a condução mais adequada das atividades neste nível operacional. A elaboração de roadmaps, assim como o desenho e gestão de portfólio de projetos de PD&I, têm sido empregadas com sucesso pela Elabora junto às empresas.

O roadmap tecnológico (mapa de rotas tecnológicas) proporciona uma concepção estruturada e gráfica das relações dinâmicas entre o ambiente externo das empresas, seus objetivos em termos de produtos e serviços a serem oferecidos e os recursos e competências a serem mobilizados ou adquiridos para alcançar tais objetivos. Dessa forma, o roadmap explicita lacunas e evidencia caminhos alternativos.

Ao proporcionar uma visão conjunta dos projetos de PD&I, o portfólio constitui um retrato global dos caminhos escolhidos para operacionalizar da melhor maneira as estratégias corporativas. O ponto central para o desenho adequado do portfólio e para a sua gestão é justamente o balanceamento entre o tipo de resultados e impactos esperados dos projetos, seus riscos, prazos, custos e recursos associados.

O emprego de roadmaps e da gestão de portfólio de projetos como ferramentas de planejamento melhora o alinhamento com outras áreas corporativas, (principalmente a financeira), Afinal ao compreender os roadmaps, consegue-se estabelecer metas e calcular a viabilidade financeira dos novos negócios em todo o seu ciclo de vida.

Fale conosco
contato@elaboraconsultoria.com.br